Agentes protocolaram pedidos

Os Agentes Comunitários de Saúde deram mais um importante passo no movimento, foram até o Paço Municipal e entregaram a reivindicação da inclusão do cargo na concessão da Gratificação de Incentivo de Desempenho.

Apesar de essencial para os Programas contemplados pela Gratificação, os Agentes não recebem porque, na data que a Lei foi instituída (27/10/2015), o cargo ainda não fazia parte do quadro de servidores do município.

Além da inclusão, os servidores reivindicam a ampliação dos valores a serem divididos para o conjunto dos cargos e o agendamento de uma reunião com o governo sobre o assunto.

Aguardaremos a data de reunião, assim que for marcado o sindicato anunciará mais uma vez em todas as unidades onde atuam os Agentes e por todos os meios eletrônicos (site, redes sociais, email, WhatsApp…).

Porém, se o governo demorar muito para marcar, os trabalhadores já avisaram que continuarão na pressão e decidirão coletivamente o que farão.

Estágio probatório

A maioria dos Agentes entrou recentemente na Prefeitura de Santos, por isso vale ressaltar algumas informações importante sobre o período probatório.

Essa etapa nada mais é do que um período no qual o funcionário público será avaliado sobre determinados aspectos do trabalho. Essa avaliação nada tem a ver com o seu direito constitucional à livre organização dos trabalhadores, incluindo sua sindicalização, participação em reuniões, assembleias, mobilizações e, até mesmo, uma possível greve.

Veja a Lei na íntegra aqui.

Entretanto, pode acontecer de chefias quererem ser “mais realistas que o rei” e tentarem intimidar o trabalhador que se mobiliza por seus direitos. Qualquer sinal de represaria, o servidor deve procurar o sindicato. A melhor forma de nos preservarmos é agirmos sempre coletivamente, assim como os Agentes estão fazendo nesse movimento. E a melhor forma de se proteger contra qualquer perseguição também é coletiva.