Cartaz do ato

Os PADs que se reuniram ontem (26/11) em assembleia para discutir a Portaria 95 (sobre a atribuição de 2019) farão ato conjunto na quarta-feira (28/11), às 17h45, em frente à SEDUC (Praça dos Andradas, 27 – Centro).

Esse ato foi marcado originalmente pelos professores que atuam com cargas no Projeto de Informática Educativa (POIE). Eles irão reivindicar uma reunião para discutir soluções para alunos e professores.

Já os PADs irão cobrar a resposta de retirada do Artigo 13 da Portaria 95 (publicada no Diário Oficial dia 12/11/18). Com esse Artigo o governo puni IMORALMENTE os professores que se afastarem por qualquer motivo (licença gestante, para tratamento de saúde…), exceto acidente de trabalho.

“Art. 13 O PAD terá sua atribuição cancelada nos seguintes casos:
I – quando estiver impossibilitado de assumir a substituição na data estabelecida no encaminhamento;
II – quando os afastamentos atingirem um número superior a 30 (trinta) dias ininterruptos ou 45 (quarenta e cinco) dias interpolados, excetuando-se acidente de trabalho.”

JÁ DERROTAMOS UMA PORTARIA!

VITÓRIA DOS PROFESSORES: CAI PORTARIA 90/07

Não é a primeira vez que querem culpabilizar o professor por faltas legais.

Em 2007 a então secretária de Educação, Sueli Maia, publicou uma Portaria que prejudicava os professores que tivessem afastamentos, mesmo os previstos em Lei. Os servidores se mobilizaram e  o governo Papa revogou a Portaria.

SÓ A LUTA MUDA A VIDA! COMPAREÇA!