adjuntos-600

No último dia 20 os Professores Adjuntos I e II voltaram do Paço Municipal sem a definição da data de assinatura da promoção para preenchimento total das vagas existentes do concurso interno para PEB (001/2015).

Na ocasião, os educadores ouviram do secretário de Gestão, Carlos Teixeira, evasivas. Segundo ele, o caso já foi passado para o prefeito e segue dependendo de análise financeira para a decisão final. Ou seja, a mesma resposta dada na reunião anterior, uma semana antes.

Novamente os professores solicitaram as planilhas que baseiam o estudo financeiro, mas não foram atendidos. Diante da enrolação, os educadores decidiram dar uma data-limite para o governo definir a questão: primeira semana de outubro.

Enquanto isso, os trabalhadores vão fazer um esforço ainda maior para mobilizar o máximo possível de colegas a comparecer em um novo ato pela promoção. O encontro foi marcado para dia 4, primeira quarta-feira do mês, às 17h45.

Esse ultimato foi necessário por conta do prazo de vigência do concurso, que termina no dia 17 de novembro. Depois desse período, os profissionais perdem o direito de ascender na carreira.

Se não tinha intenção de fazer as promoções, por que o prefeito Paulo Alexandre Barbosa prorrogou o concurso? As vidas de centenas de profissionais dependem da vontade política do Governo. Está cristalino que o impacto financeiro na folha será mínimo, uma vez que todos os funcionários da lista já fazem 200 horas ou mais. Porém, a decisão só será favorável à categoria se os trabalhadores se mobilizarem de verdade.

É importante que o máximo possível de professores adjuntos compareça para colocar fim nesta novela. Todos devem estar comprometidos com esta luta, caso contrário, não haverá promoção nem mesmo para os poucos que eles estudam atender.

NOSSA PAUTA:

1 – Promoção dos Professores Adjuntos I e II habilitados na lista do concurso vigente, até o completo preenchimento das vagas existentes;

2 – Criação dos Cargos PEB I e II com base no número de salas provisórias;

3 – Abertura de concurso público de ingresso e promoção para todos os cargos da carreira do magistério, imediatamente após o término das listas vigente

SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!