31/01/18: Servidores mobilizados para cobrar resposta do governo

Somente com a pressão dos servidores o governo se mexeu. Ontem (31/01), no dia em que os trabalhadores marcaram ato para pressionar o governo por uma resposta às suas reivindicações, o Secretário de Gestão ligou para o sindicato para marcar reunião:

TODOS OS SERVIDORES, ESTÃO CONVOCADOS PARA A REUNIÃO COM O GOVERNO:
Segunda-feira (05/02/18) às 16h no gabinete de Gestão
(4º andar do Paço Municipal – Praça Mauá, Centro)

O SINDSERV Santos nunca faz reunião com o governo às portas fechadas. Os servidores têm que participar, a Campanha Salarial é uma responsabilidade de TODOS!

MENTIRA TEM PERNA CURTA

Sabe toda aquela ladainha do governo de que a arrecadação do município ia mal das pernas? TUDO MENTIRA!

O governo é obrigado a publicar suas contas de 4 em 4 meses. As contas que fecharam o ano de 2017 acabaram de sair e provam que o governo recebeu mais dinheiro (IPTU, impostos, multas…). Uma alta de 0,57% acima da inflação!

E, adivinha, gastou menos com os servidores! De 46,24% de gasto com pessoal em 2016 (QUE JÁ É BEM POUCO), caiu ainda mais: 45,94%. Ou seja, o governo recebeu mais dinheiro SIM, mas não quis valorizar os servidores e sim as OSs, empreiteiras, empresas amigas, baile da cidade, cabos eleitorais, chequinhos e cargos comissionados.

“A publicação das contas da Prefeitura de Santos no Diário Oficial, hoje [30/01], coloca um ponto final do pessimismo (ou nas desculpas) do prefeito Paulo Alexandre Barbosa. (…) Espera-se, agora, que o ilustre prefeito não procure novamente a Imprensa para contar a mesma história repetida nos doze meses de 2017 de que a crise econômica abalou a arrecadação municipal. Quando for conceder entrevista, recomenda-se que leve debaixo do braço o Diário Oficial do Município dos últimos dois exercícios”, comentou nas redes sociais Rodolfo Amaral, especialista de finanças públicas.

TODOS À REUNIÃO DA CAMPANHA SALARIAL!
Segunda-feira (05/02/18) às 16h no gabinete de Gestão
(4º andar do Paço Municipal – Praça Mauá, Centro)