Hospitais importantes, como o Frei Galvão, suspenderam atendimento pela CAPEP Saúde por falta de pagamento. Clínicas, como a Radiológica de Santos, também interromperam o serviço para os servidores e seus dependentes. Cancelamentos de cirurgias eletivas, bariátricas e da fisioterapia domiciliar. Muitos médicos também ameaçam romper a parceria por atrasos de pagamento.

Enquanto isso o Sr. Eustázio Alves Pereira Filho sairá de férias

PORTARIA Nº 184/2018-GPM DE 05 DE OUTUBRO DE 2018 PAULO ALEXANDRE BARBOSA, Prefeito Municipal de Santos, usando das atribuições que lhe são conferidas por lei, nomeia ARLETE CRISTINA SOUZA FERNANDES DA COSTA, registro nº 17.834-3, para exercer o cargo em substituição de Presidente da Caixa de Assistência ao Servidor Público Municipal de Santos – CAPEP-SAÚDE, durante o impedimento, por férias, de EUSTÁZIO ALVES PEREIRA FILHO, no período de 15 de outubro a 13 de novembro de 2018. Registre-se. Publique-se. Cumpra-se. PAULO ALEXANDRE BARBOSA PREFEITO DE SANTOS

Diário Oficial do dia 08/10/2018

De quem é a culpa da nossa CAPEP estar no buraco?

Da péssima gestão do prefeito e de seu presidente. A dívida da Prefeitura com a CAPEP já é de quase R$ 5 milhões (R$ 4.716.255,18) e a da CAPEP com prestadores de serviços já atinge R$ 14 milhões

Ao invés de cobrar o prefeito-amigo, o presidente da CAPEP, Eustázio Pereira, insiste em aumentar a cobrança para os dependentes, implantar a co-participação (ou seja, colocar a conta nas costas dos servidores), não cobrar o verdadeiro culpado por tudo que deve milhões (Paulo Alexandre Barbosa), quebrar a confiança dos servidores na CAPEP e quebrar a própria CAPEP.

Tudo isso poderá servir para justificar a saída mágica sempre apresentada pelos tucanos para todos os problemas: PRIVATIZAÇÃO! Entregar toda a gestão da CAPEP para uma empresa privada ou trocar a CAPEP por um Plano de Saúde particular.

MANIFESTAÇÃO em DEFESA da CAPEP!
No Paço Municipal, dia 18/10 (quinta-feira), às 17h