Jornal A Tribuna: "Santos prevê nova forma de previdência"

Lembra em 2015 quando o governo e os vereadores diminuíram a contribuição da Prefeitura para o IPREV de 6% para 2%? Na época juraram de pé junto que não iriam quebrar o IPREV com isso.

Agora a verdade vem à tona: Querem que os trabalhadores paguem o pato. Querem impor o mesmo teto do INSS para as aposentadorias. E quem não estiver satisfeito que pague, para uma instituição privada, uma previdência particular.

Na cara de pau, o governo anunciou que já está em tratativas com o SP-Prevcom para que esse faça a gestão desse fundo privado complementar. E provavelmente irão entregar as aposentadorias dos servidores da mesma forma autoritária, sem nenhuma discussão com a categoria.

Para tentar diminuir a resistência dos trabalhadores, o governo diz que a nova regra só valerá para os servidores que ingressarem na Prefeitura depois que a Lei for publicada.

Primeiro que não confiamos nesse governo que por inúmeras vezes disse uma coisa e fez outra.

Segundo que somos solidários, faremos a luta para que os futuros servidores tenham os mesmos direitos que temos atualmente!

FIQUEMOS ATENTOS!

Assim que aparecer qualquer projeto TEREMOS QUE NOS MOBILIZAR!

Em Cubatão, os servidores conseguiram derrotar a Reforma da Previdência que o prefeito Ademário (PSDB) queria impor. Mas só conseguiram isso com muita luta!

TODOS CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA!