Foto montagem: Josias e Rui de Rosis dão risada olhando e apontando pra publicação que nomeia o primeiro como assessor do segundo

O sindicato-amigo-do-patrão não perde uma oportunidade para mostrar para os servidores de que lado estão. Depois do presidente do Sindest fazer campanha para reeleição do Paulo Alexandre (PSDB) – veja aqui -, agora é a vez do diretor Josias ganhar o carguinho de assessor do vereador Rui de Rosis (MDB).

Cargo comissionado não é novidade entre os diretores do sindicato-amigo-do-patrão. Tem um especial que é praticamente um feudo do Sindest: trata-se do “Coordenador de Transportes”. Primeiro foi o diretor Antônio Carlos Prado, que ficou de 2013 até 2018. Prado incorporou 100% do salário do cargo, então o governo resolveu agraciar outro diretor e colocou José Antônio Ferreira (veja aqui as nomeações).

E agora outro diretor, Josias, virou assessor do vereador Rui de Rosis que é o atual presidente da Câmara e, como quase todos os parlamentares, é oficialmente da base governista. E mesmo tendo pouquíssimo tempo na “carreira” de vereador (entrou em 2017) já foi contra os servidores em duas oportunidades, veja:

– 09/04/18: Votou pelo reajuste INSUFICIENTE;

– 06/08/18: Em sessão, apoiou os ataques do vereador Fabiano da Farmácia (PR) aos servidores do Hospital da ZN. O discurso de ódio deles deu resultado: Quatro dias depois populares bateram em duas enfermeiras.

RESUMINDO

O sindicato-amigo-do-patrão prova mais uma vez que está umbilicalmente ligado ao governo. Só não vê quem não quer.