Foto da reunião

Somente um novo Concurso Público resolve os problemas da Central de Serviços de Informática. Essa foi a opinião geral na reunião realizada entre os Técnicos de Informática, o Secretário de Gestão e o chefe do Departamento de Gestão de Tecnologia e Informação (DETIC) no dia 30/07.

Emergencialmente, o governo se comprometeu a alocar mais servidores para esse setor, suprindo assim a enorme quantidade de chamados abertos acumulada diariamente.

FUNCIONÁRIOS PROVARAM QUE A TERCEIRIZAÇÃO SAI MAIS CARA

Para enterrar de vez a alternativa proposta pelo governo de trazer trabalhadores de empresas terceirizadas, os servidores concursados foram para a reunião munidos de dados que provaram que o custo da terceirização é bem mais caro. Toda a documentação foi entregue ao governo.

COM MENOS FUNCIONÁRIOS, DEMANDA SÓ AUMENTA

11 dias de espera! Esse é o tempo médio que você, servidor, vai ter que esperar para um primeiro contato após abrir um chamado para relatar que o computador de sua unidade apresenta algum defeito (ou qualquer outro suporte de informática).

Com 8 funcionários atendendo aos chamados, o tempo médio de espera era de algumas horas. Agora com apenas 2 servidores, os chamados vão se acumulando e o tempo de espera aumenta. A situação é crítica, pois são abertos cerca de 80 chamados diariamente, enquanto um servidor Técnico de Informática resolve de 10 a 15 chamados ao dia. Evidentemente, a conta não fecha, criando um efeito de bola de neve que só amplia, veja:

Gráficos provam que com a queda de Técnicos, Chamadas não atendidas estão subindo

A LUTA CONTINUA!

Os Técnicos de Informática ficarão agora na pressão para que o Concurso saia mesmo do papel e vire realidade.

CONCURSO PÚBLICO JÁ!