Charge PREFEITO MIMADO

Atualmente, as contas do governo são públicas, com isso podemos acompanhar e verificar que o Paulo Alexandre tinha dinheiro em caixa para pagar o 13º no dia exigido por Lei (24 de dezembro).

Mas… porque o prefeito preferiu desrespeitar a Lei, prejudicando o natal dos servidores?

A primeira vista parece apenas que o Paulo Alexandre quis se vingar dos servidores que ousaram levantar a cabeça e disseram “NÃO” ao ZERO % oferecido de “reajuste” salarial em 2017.

Sim, também tem um pouco disso. Mas seria uma análise muito estreita e simplista se só conseguíssemos enxergar isso. Além de querer punir os trabalhadores pela greve do ano passado (que o obrigou a reajustar os salários pela inflação), Paulo Alexandre já está pensando na Campanha Salarial desse ano.

A ideia é criar o clima, engrossado pela imprensa, de que as contas da Prefeitura não estão fechando, para pintar os servidores como irresponsáveis, que pedem aumento quando a Prefeitura não tem condições nem mesmo de pagar os salários como estão.

Já vimos esse filme antes:
2016: http://sindservsantos.org.br/o-prefeito-ja-comecou-a-campanha-salarial-2016-2/
2017: http://sindservsantos.org.br/a-falacia-da-crise-em-santos/

HOUVE MESMO QUEDA NA ARRECADAÇÃO?

A resposta é: NÃO!!! Mesmo se atualizarmos os valores, em 2017 o governo arrecadou 1,36% a mais do que arrecadou em 2016 (mais de R$ 31 milhões).

E se compararmos Receita Corrente (de janeiro a novembro) de 2017 com 2016, temos um aumento de 2,87% (mais de R$ 52 milhões).

Veja o gráfico elaborado pelo especialista em contas públicas Rodolfo Amaral:

Gráfico elaborado pelo Rodolfo Amaral

É PRECISO COLOCAR A INDIGNAÇÃO EM MOVIMENTO

Muito servidores se mostram, com razão, indignados nas redes sociais. Mas, para transformar a realidade, não basta textão no Facebook, É PRECISO PARTICIPAR!

Desde já devemos nos preparar para a CAMPANHA SALARIAL 2018. Converse com os colegas de trabalho sobre nossas reivindicações, sobre as mentiras do governo de falta de dinheiro e sobre a necessidade de repetirmos uma grande mobilização esse ano!