Trabalhadores paralisaram unidade

Os trabalhadores da Policlínica do Morro São Bento decidiram paralisar as atividades por duas horas, das 7h às 9h, na manhã desta segunda-feira (11/12), em protesto contra a insegurança a que estão submetidos.

A unidade foi construída as pressas por conta das eleições de 2016. Agora aparecem as consequências, a estrutura da unidade de saúde está completamente comprometida por infiltrações. Na semana passada o teto de uma das salas desabou durante um atendimento, por sorte ninguém ficou ferido. Outras duas salas também foram interditadas com o risco de desabamento do forro do teto.

O problema é comunicado para a Prefeitura desde a inauguração da Policlínica, mas não houve nenhuma intervenção. Os servidores esperam por uma resolução definitiva do governo e um laudo técnico que garanta a segurança dos trabalhadores e da população atendida pela unidade, caso contrário as paralisações continuarão.

O ato contou com o apoio do Conselho da UBS e da Associação Moradores e Amigos Morro São Bento, além da população que esperava o atendimento que foi unânime em declarar que concorda com o movimento.