CALOTE2

ATO – 17/10 – 17h – PAÇO MUNICIPAL

O Governo de Santos está devendo mais de R$ 5 milhões para a Capep Saúde, rebaixou a parte patronal para o Iprev, não paga as licenças-prêmios convertidas em pecúnia, sucateia os serviços e locais de trabalho e agora está enrolando para executar a progressão funcional dos servidores, conforme prevê o Plano de Cargos Carreiras e Vencimentos (PCCV).

As mudanças de nível de 2016 deveriam ter ocorrido em abril e até agora nada! Não houve sequer a publicação da lista dos funcionários contemplados com a mudança.

As progressões envolvem os servidores que nos últimos dois anos (2015/2016) não mudaram de referência, tiveram notas em suas avaliações de desempenho acima de 70 pontos e não sofreram penas disciplinares no período.

Em 2014, segundo a Prefeitura, 2.962 servidores tiveram progressão funcional do PCCV e receberam aumento salarial. Em 2013, foram 3.749.

Os servidores cumpriram com a sua parte e aguardam o que está previsto em lei!
COMPAREÇA!
SÓ A LUTA COLETIVA MUDA A VIDA!