Charge: Paulo Alexandre jantando em um restaurante de luxo com ar-condicionado diz: "CHEGA DE MORDOMIA! PROFESSOR QUE ADOECER VAI PERDER A SALA E AS AULAS! SE A LICENÇA FOR GESTANTE VAI PERDER TAMBÉM!"

Os servidores foram na reunião com a Seduc, mas não escutaram boas notícias. Veja o que as representantes da Seduc declararam sobre cada pauta da reunião:

PORTARIA 95

Nada feito! O governo vai insistir nos itens da Portaria 95/2018 que tratam as licenças Legais como ilegais, mantendo assim a punição aos professores que ficarem doentes ou entrarem de licença gestante durante o ano letivo (saiba mais aqui).

A única promessa da Secretária é de “estudar caso a caso”, o que (além de não resolver nada) vai causar entre os professores enormes desconfianças e gerar mais injustiças ainda, pois as “decisões” poderão ter pesos e tratamentos diferentes.

Ao invés de fazer um levantamento sério sobre as causas do absenteísmo, o governo acha que vai resolver o problema criando punições para os servidores que ficarem doentes e ou utilizarem suas faltas legais. Lamentável decisão!

A luta continua para que seja revogado os itens que prejudicam ou prejudicarão os professores ao longo do ano.

PORTARIA 101

O parágrafo 2º do Artigo 7 (“Caso haja número de faltas excedentes a 3 no período de 30 dias, o profissional será desligado do Projeto”) não deixa transparente de que faltas estão tratando. Segundo a Seduc, vão publicar uma correção deixando explícito que se tratam apenas das faltas injustificadas no projeto, reguladas pelo comparecimento na jornada principal.

Quem irá controlar essas faltas? Quando houver falta no Projeto, a Equipe irá consultar a escola onde o professor tem seu centro de custo oficial para ver se há justificativa de ausência Legal.

CLIMATIZAÇÃO

Parece piada, desde o primeiro ano do governo Paulo Alexandre (2013) ele promete 100% das salas climatizadas pro ano seguinte. Só não é piada porque é trágico, todo verão do ano seguinte os servidores e as crianças percebem que estão sendo enrolados.

A Seduc renovou a promessa: disseram que duas empresas farão a climatização durante o ano em toda a rede. O SINDSERV vai pedir oficialmente os contratos e cronograma dos serviços realizados, em andamento e as futuras instalações.

REMOÇÃO DE FUNCIONÁRIOS

Esse foi o único item que houve resposta positiva. As representantes da Seduc disseram que abrirão inscrição para mudança de local de trabalho para os funcionários de escola. Não disseram quando. Solicitamos que se dê até o início de março agora.

PRÓXIMOS PASSOS

A falta de consideração com que o prefeito trata a Educação e, em especial, os profissionais da área é cada vez maior (a Portaria 95 é prova disso). Em algumas UMEs faltam não só recursos humanos, como boas condições de trabalho, material pedagógico e insumos.

Os docentes, os funcionários e as Equipes Técnicas precisarão se mobilizar para terem condições de trabalho. Só a luta muda a vida! Fique atento às atividades convocadas pelo sindicato, e PARTICIPE!

JUNTOS SOMOS SEMPRE MELHORES!!!