Servidora é agredida

No dia 02/08, o vereador da base governista Fabiano da Farmácia (PR) fez um longo e enfático discurso acusando os funcionários públicos pelas péssimas condições do Complexo Hospitalar da Zona Noroeste (veja aqui). Nenhuma crítica ao governo, verdadeiro culpado pelo abandono do Complexo. Os demais vereadores aplaudiram.

Não satisfeito, incitou a população da ZN contra os servidores da unidade. E na sessão seguinte (06/08), voltou a atacar os servidores e poupar seu chefinho Paulo Alexandre (PSDB). Dessa vez ainda recebeu apoio dos vereadores Benedito Furtado (PSB), Audrey Kleys (PP), Rui de Rosis (MDB) e Braz Antunes (PSD), todos da base governista.

Não demorou muito para o discurso de ódio dos parlamentares dar resultado, no dia 10/08 a enfermeira do PS Infantil, Maria Lúcia Bortolucci Lima, e a técnica de gesso, Sônia, foram brutalmente atacadas por uma filha de um paciente.

Maria Lúcia foi agredida no momento em que estava ajudando a família da agressora com informações sobre a transferência do paciente. A técnica de gesso Sônia apanhou após pedir calma e dizer que a enfermeira estava sangrando. Ambas estão cheias de hematomas e ferimentos, além do abalo psicológico que atinge a toda a equipe da unidade.

VERDADEIROS CULPADOS

Quem serão os verdadeiros culpados pela situação caótica em que se encontra a Saúde de Santos? Esses, curiosamente, nunca aparecem nos discursos raivosos dos vereadores (quase todos da base do governo, ou seja, apoiam declaradamente o governo atual).

Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) destina 25% de todo o orçamento da Saúde para empresas terceirizadas. Quase não sobra nada para os Hospitais e Policlínicas gerenciados pela própria Prefeitura.

E isso não é tudo, os tucanos querem terceirizar ainda mais. Por isso, abandonam DE PROPÓSITO as unidades, deixando os prédios sem manutenção, caindo aos pedaços, sem medicamentos, com equipamentos quebrados, com poucos funcionários etc, tudo isso para colocar a população contra os servidores e justificar a entrega da unidade para empresas privadas.

Isso não é teoria da conspiração, é realidade. Já anunciaram que farão isso na nova UPA da ZN que será gerenciada por uma OS (Organização Social). E ainda estão tendo a cara de pau de usar a agressão sofrida pelas servidoras para enfiar goela abaixo dos funcionários públicos a terceirização da segurança.

NÃO À VIOLÊNCIA CONTRA OS SERVIDORES

São os servidores que lutam diariamente para manter o atendimento à população, mesmo sem a mínima condição, sem estrutura, sem material, sem equipamento. Mesmo com a omissão da Câmara para todos esses problemas que colocam população e servidores em risco de vida.

Os funcionários penam com a falta de condições de trabalho. Esses, junto com a população, são vítimas da falta de respeito e da gana insaciável dos tucanos em entregar DINHEIRO PÚBLICO para empresários.

#SomosTodosLucinha